Documentos:
» Pesquisar
Date Picker
» Notícias
Mensagem do Pároco para o II Domingo da Páscoa
2018-04-07 16:00:00

A liturgia deste II Domingo da Páscoa recorda-nos que a comunidade cristã gira em torno de Jesus, é construída à volta de Jesus e é de Jesus que recebe vida, amor e paz.

Na primeira leitura dos Atos dos Apóstolos, ficamos maravilhados pelo testemunho exemplar da primitiva comunidade cristã, nascida do dom de Jesus e do Espírito. É verdadeiramente uma comunidade de homens e mulheres novos, que dá testemunho da salvação e que anuncia a vida plena e definitiva. Esta comunidade é uma família unida a Jesus Cristo, e que vive essa mesma união entre os membros da comunidade, vivendo como irmãos, que tem “um só coração e uma só alma”, por isso a comunidade preocupa-se com os seus irmãos, “colocavam tudo em comum”. Desta forma a comunidade testemunha Jesus Cristo ressuscitado, que vive no centro da comunidade.

O amor ao irmão é o tema central desta carta que nos irá acompanhar durante as semanas da Páscoa. João relembra-nos que o cristão deve amar a Deus, isto significa cumprir os seus mandamentos. Quando amamos alguém, procuramos realizar obras que agradem àquele a quem amamos, assim sendo não se pode dizer que se ama a Deus se não se cumprem os seus mandamentos. E o mandamento de Deus é que amemos os nossos irmãos.

No Evangelho encontramos dois momentos em que a “família cristã” se reúne e lhes aparece Jesus Cristo ressuscitado. No primeiro, quando Jesus aparece no meio da comunidade. Esta não está completa: Tomé não estava presente, mas os seus “irmãos” transmitem-lhe a experiência que viveram, e eis que as dúvidas invadem o coração e a mente de Tomé, “Se não vir nas suas mãos o sinal dos cravos… não acreditarei”. Já no segundo momento a comunidade está completa e Jesus aparece de novo no meio da comunidade e vai ser aqui que Tomé acaba, por fazer a experiência de Cristo vivo no interior da comunidade. É uma alusão clara ao domingo, ao dia em que a comunidade é convocada para celebrar a Eucaristia. É no encontro com o amor fraterno, com o perdão dos irmãos, com a Palavra proclamada, com o pão de Jesus partilhado, que se descobre Jesus ressuscitado.

TODAS AS NOTÍCIAS
VIVÊNCIA PARA O III DOMINGO DO ADVENTO
Data de publicação:
2017-12-15 22:32:00
Mensagem do Pároco para o III Domingo do Advento
Data de publicação:
2017-12-15 22:20:00
VIVÊNCIA PARA O II DOMINGO DO ADVENTO
Data de publicação:
2017-12-09 11:07:00
Mensagem do Pároco para o II Domingo do Advento
Data de publicação:
2017-12-09 10:48:00
VIVÊNCIA PARA O I DOMINGO DO ADVENTO
Data de publicação:
2017-12-02 21:03:00
Mensagem do Pároco para o I Domingo do Advento
Data de publicação:
2017-12-02 20:52:00
Mensagem do Pároco para a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo
Data de publicação:
2017-11-25 20:29:00
MENSAGEM DO PÁROCO PARA O XXXIII DOMINGO DO TEMPO COMUM
Data de publicação:
2017-11-18 13:41:00
Mensagem do Pároco para o XXXII Domingo Comum
Data de publicação:
2017-11-10 23:22:00
Mensagem do Pároco para o XXXI Domingo do Tempo Comum - Ano A
Data de publicação:
2017-11-04 11:51:00
Mensagem do Pároco para ...
2018-09-15 14:44:00 “E vós, quem dizeis que Eu sou?” - é esta a pergunta que Jesus dirige continuamente a cada um de nós. Ele recorda-nos que todo aquele que O reconhece como o “Messias” deve renunciar a si mesmo, tomar a sua cruz e segui-l’O. Isto significa que o cristão deve fazer da sua vida uma vida de entrega constante a Deus e aos outros.
Mensagem do Pároco para ...
2018-09-08 10:00:00 Neste domingo contemplamos, na Liturgia da Palavra, no gesto de amor por parte de Jesus para com um homem surdo. Através deste gesto, Jesus demonstra-nos que Deus, cheio de amor, não abandona os Homens à sua sorte nem os deixa adormecer em esquemas de comodismo e de instalação, mas, a cada instante, vem ao seu encontro e desafia-os a ir mais além.
Mensagem do Pároco para ...
2018-08-31 15:28:00 A verdadeira religião apresentada por Jesus é a que se constrói na base do amor autêntico, esse amor que cresce no nosso coração, desta forma a verdadeira preocupação do crente deve ser moldar o seu coração, a fim de que os seus sentimentos, os seus desejos, os seus pensamentos, os seus projetos, as suas decisões se concretizem, no dia a dia, na escuta atenta dos desafios de Deus e no amor aos irmãos.
Tempo Viana do Castelo