Solenidade do Corpo de Deus

Semana Santa

Páscoa

Festa de Santa Rita de Cássia

Festa de Nossa Senhora da Agonia

 


 

Solenidade do Corpo de Deus

Há vários anos e com uma grande colaboração da população em geral e com os apoios dos autarcas e das paróquias do concelho de Caminha, a Solenidade de Deus de cada ano apresenta um tapete em flores, verdes, sal e serrim desde a Vila da Caminha até à Igreja de Vilarelho.

A procissão eucarística percorre as ruas da vila, vai à Igreja de Vilarelho e regressa à Igreja Matriz. Participam nesta procissão os catequizandos que fizeram a primeira comunhão e profissão de fé, as Confrarias do Santíssimo Sacramento das paróquias do concelho com os seus estandartes e cruzes, bem como outras instituições e os vários párocos das comunidades.

 

Semana Santa

Dando continuidade, a Santa Casa da Misericórdia de Caminha, vive na quinta-feira Santa e sexta-feira Santa, duas procissões de muito significado para todo o mundo católico. Na quinta-feira Santa é a procissão do Ecce Hommo e na sexta-feira Santa, a procissão do Enterro. Após a Procissão há sempre uma pregação.

 

Páscoa

Como na Maioria das paróquias do Alto Minho, também Caminha tem o Compasso Pascal.

O Domingo de manhã está reservado para as celebrações da Eucaristias: 10.30 Horas e 12.00 Horas.

O Compasso Pascal tem esta ordem:

– Domingo de tarde (14.30 Horas): Praça Conselheiro Silva Torres, Rua Visconde Sousa Rego, Rua Benemérito Joaquim Rosas, Travessa Cabo Custódio, Rua Benemérito Joaquim Rosas, Travessa da Trincheira, Largo Senhora da Agonia, Largo da Cabreira, Rua do Pombal, Rua Manuel Serra de Carvalho, Rua do Pombal, Esteiró, Hotel, Avenida Dr. Dantas Carneiro, Rua da Trincheira e Avenida Dr. Dantas Carneiro.

– Segunda-feira de manhã (09.00 Horas): Misericórdia, Rua Dom Nuno Álvares Pereira, Travessa do Tribunal, Rua Barão de S. Roque, Avenida Dr. Dantas Carneiro, Rua 16 de Setembro, Rua Ricardo Joaquim de Sousa, Travessa de S. João, Rua Dr. Luciano Amorim e Silva, Rua Ricardo Joaquim de Sousa, Capitania, Bar do Ferry, Rua Conselheiro Miguel Dantas, Largo Dr. Bento Coelho, Jardim, Avenida Entre Pontes, Rua da Retorta e Residência Paroquial.

– Segunda-feira de tarde (14.30 Horas): Avenida Padre Pinheiro, Rua Eng. Agostinho e Castro, Avenida Saraiva de Carvalho, Estação da CP, Avenida Manuel Xavier, Rua de S. João, Praça Conselheiro Silva Torres, Rua 1 de Dezembro, Rua da Corredoura, Avenida de S. João de Deus, Rua Dr. Frederico Augusto Lourenço, Avenida Saraiva de Carvalho, Largo Sidónio Pais, Calçada de Santo António, Colégio de Santo António, Quinta das Leiras, Calçada da Escola e Bombeiros Voluntários de Caminha.

 

Festa de Santa Rita de Cássia

AS FESTAS DE SANTA RITA DE CÁSSIA

A vida de Santa Rita de Cássia

Santa Rita de Cássia. Nasceu em 1381, em Roccaporena, na Úmbria, Itália. De seu nome de baptismo Margherita originou a abreviatura de Rita, pelo qual é conhecida em todo mundo católico. Um tanto contrariada, acabou fazendo o gosto dos pais: casou-se com um jovem temperamental e violento e tiveram filhos. Durante os 18 anos em que esteve casada, tudo fez para que a paz e a harmonia fossem mantidas. E à custa de muita oração conseguiu abrandar o temperamento do marido. Um dia, entretanto, Paulo Ferdinando foi assassinado e abandonado à beira de uma estrada. Os dois filhos juraram vingar o pai. Impotente ante o ódio dos filhos, pediu a Deus que os levasse antes que se manchassem de sangue. Seja lá por que desígnios de Deus, as suas preces foram ouvidas. Abalada pela morte do marido e dos filhos, quis recolher-se ao convento das agostinianas de Cássia, mas não foi aceite. Rezou, então, fervorosamente aos santos de sua devoção: São João Baptista, Santo Agostinho e São Nicolau de Tolentino. Contam os biógrafos que estes santos arrombaram as portas do convento e a fizeram entrar. Por 14 anos, até à sua morte, trouxe na testa um estigma, associando-se assim à paixão de Cristo. Morreu no mosteiro de Cássia em 1457 e foi canonizada em 1900. São-lhe atribuídos tantos e tão extraordinários milagres que é tida por “advogada das causas perdidas e a santa do impossível”.

 

Festa de Nossa Senhora da Agonia

À festa de Santa Rita de Cássia, segue-se a Festa em Honra de Nossa Senhora da Agonia. Coincide sempre com o terceiro fim-de-semana do mês de Agosto.

258 921 413
paroquia.caminha@sapo.pt
 
Últimas Notícias
TAGS POPULARES
Nós no Facebook
Calendário
Jan0 Posts
Fev0 Posts
Mar0 Posts
Abr0 Posts
Mai0 Posts
Jul0 Posts
Out0 Posts
Nov0 Posts
Dez0 Posts
Jan0 Posts
Fev0 Posts
Mar0 Posts
Abr0 Posts
Mai0 Posts
Jun0 Posts
Jul0 Posts
Set0 Posts
Out0 Posts
Nov0 Posts
Dez0 Posts

facebook