Documentos:
» Pesquisar
Date Picker
» Movimentos e Confrarias

 

Irmandade da Santa Casa da Misericórdia

Confraria das Almas

Confraria do Senhor Bom Jesus dos Mareantes

                                                                                            

 

 

 

 


a)     

Irmandade da Santa Casa da Misericórdia

 

 

A Irmandade da Santa Casa da Misericórdia de Caminha, também mais abreviadamente denominada Santa Casa da Misericórdia de Caminha, fundada no ano de 1516, data do seu primeiro Compromisso, continua a ser uma associação de fiéis, constituída na ordem jurídica canónica, com o objectivo de satisfazer carências sociais e praticar actos de culto católico, de harmonia com o seu espírito tradicional, informado pelos princípios da doutrina e moral cristãs.

No campo social exercerá, assim, a sua acção através da prática das catorze obras de Misericórdia, tanto espirituais como corporais e, no sector especificamente religioso, sob a invocação de Nossa Senhora da Misericórdia, que é sua padroeira, manterá o culto divino nas suas igrejas e exercerá as actividades que constarem deste Compromisso e as mais que vierem a ser consideradas convenientes.

Cfr. Compromisso da Santa Casa da Misericórdia, art. 1 e 2.

 

MESA ADMINISTRATIVA
 
Provedor - Carlos Alberto Mouteira Fernandes

Vice-Provedor - Manuel de Sousa Marques

Tesoureiro - Severino Manuel Gomes de Sousa 

Secretário - Paulo Pinto Pereira

Vogal - Vitor Manuel Peraboa Couchinho

 
 

ASSEMBLEIA GERAL
 
Presidente - Joaquim Amadeu Bacião Martins de Amorim

Vice-Presidente - Rui Manuel Taxa da Silva Araújo

1 ª Secretário -  José Lima Costa

2ª Secretária - Teresa Maria Marques Moreira Veiga

 

DEFINITÓRIO
 
Presidente - Flamiano Gonçalves Martins

1º  Secretário - José Avelino Rodrigues Pedra 

2º  Secretária - Maria Celeste Garrido Pais de Sousa Taxa Araújo

 

A Santa Casa da Misericórdia de Caminha, tem a sua sede em Caminha 

 Rua Padre Pinheiro, 4910-106 Caminha. Tel. 258 921493

http://www.misericordiadecaminha.com



 Confraria das Almas

A Confraria das Almas, canonicamente erecta em 1883 na Igreja Paroquial desta freguesia de Nossa Senhora da Assunção de Caminha, reconhece expressamente e compromete-se a acatar o observar tudo quanto as leis eclesiásticas dispõem a respeito das associações congéneres, especialmente o preceituado no Código do Direito Canónico, reconhecendo, mesmo nos casos de administração temporal, a autoridade do Ordinário do Lugar, e reforma os seus estatutos, aprovados pela Excelentíssima Autoridade Eclesiástica em 30 de Outubro de 1883, pela forma constante dos artigos seguintes:

art. 2º - Os fins da Confraria são:

1º Praticar em geral os actos do culto compatíveis com os seus recursos, com os estatutos e com as leis canónicas;

2º Promover em especial, na forma devida e costumada, a devoção das Almas do Purgatório;

3º Sufragar a alma dos irmãos falecidos;

4º Exercer a beneficência e instrução, qando para isso disponha de recursos;

5º Satisfazer todos os encargos e legados pios;

6º Prover à reparação, conservação e ornamento da Igreja (se for própria) e do altar, onde estiver erecta.

Cfr. Estatutos da Confraria, artigos 1 e 2

 


Confraria do Senhor Bom Jesus dos Mareantes

 

A Confraria do Senhor Bom Jesus dos Mareantes, da paróquia de Nossa Senhora da Assunção de Caminha, do mesmo arciprestado e diocese de Viana do Castelo, é uma Associação Pública de Fiéis, erecta na Igreja Paroquial por sua Santidade o Papa Paulo III por Bula de 26 de Maio de 1549. Tem a sua sede na Sacristia superior na Igreja Matriz de Caminha.

A Confraria do Bom Jesus dos Mareantes está missionada para atingir, em nome da Igreja e em relação com o Conselho Pastoral Paroquial, quando existente, o fim principal de exercer culto e veneração do Senhor, a prestação de socorros aos seus associados, a administração dos rendimentos certos e eventuais da mesma Confraria, a prestação de sufrágios aos Irmãos já falecidos e outros fins litúrgicos que a Assembleia Geral julgue conveniente.

Cfr. Estatutos, nº 1; 2 e 3.

 

Mensagem do Pároco para ...
2017-10-14 14:00:00 Num tempo em que superabundam os convites para nos sentarmos à mesa portuguesa em festivais de gastronomia e restaurantes galardoados com imensos prémios, a liturgia deste XXVIII Domingo do Tempo Comum utiliza a imagem do “banquete” para nos falar desse mundo novo que Deus quer oferecer aos seus filhos.
Mensagem do Pároco para ...
2017-10-07 19:30:00 A liturgia deste domingo recorda-nos que somos filhos deste Deus, a “vinha” que Ele cuida com todo o carinho.
Mensagem do Pároco para ...
2017-09-29 21:06:00 A liturgia deste Domingo recorda-nos que Deus chama todos os homens e mulheres a empenharem-se na construção desse mundo novo de justiça e de paz que Deus sonhou e que quer propor a todos os Homens.
Tempo Viana do Castelo